Cortem-lhe a cabeça!

“Cortem-lhe a cabeça!”

(ordem da rainha de copas para calar Alice.)

Conhece alguém assim?

Se você não se submete à regra, te pune com a exclusão.

Se você não faz o esperado, te confere descrédito.

Se você desafia o pré-estabelecido, te julga inconveniente.

Se você não concorda ou não defende – é porque é contra.

Se você é autêntico, te usa como bobo da corte.

Se você não lhe faz favores, não presta.

E, como gente deste tipo é sempre cheia de súditos, discípulos e seguidores, está feito o estrago.

As sanções são variadas pra quem ousa se expor ou contestar. Vão desde um comentário maldoso num círculo de amigos até a depreciação total de suas crenças.

Haja coragem pra se posicionar! Paga-se um alto preço pelas escolhas. Entretanto, se esquivar é pior. Tem consequências graves: alienação, baixa autoestima, dificuldade de se olhar no espelho.

Este é o jogo: no fundo a rainha sabe do brilhantismo da Alice, por isso a teme. Num embate de mãos limpas, perderia.

Pessoas no poder não podem ser contrariadas. Vaidosas, perdem as próprias cabeças. Elas têm consciência de que tudo pode ruir a qualquer instante, portanto, é melhor anular os opositores pra se garantir por mais tempo.

Certeza: uma hora a casa cai!

Enquanto isso, empunhem suas espadas, saquem suas armas. A mim basta ter voz!

Kátia Galvão em 50etcetera

 

2 comentários

  1. A mim também basta minha fé, minha verdade e minha voz. Palmas para sua coragem de escrever sobre o que para os bobos da corte, seria a morte se atrever a abrir a boca, amiga.
    👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻😍😘

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s