O exclusivista

O exclusivista? Deixa eu descrever pra ver se reconhece as características em alguém!
Exclusivista é aquele camarada que, quando precisa de algo que você tem a oferecer, te chama de amigo, fala manso, é cordial e amoroso. O que, naturalmente, nunca é levado em consideração quando a demanda é sua.

Exclusivista só pensa nele mesmo: nos desejos dele, nos projetos dele, nos planos dele. Tá nem aí se vai esbarrar com a vida do outro no meio do caminho. Aliás, o exclusivista é sempre cheio de desculpas pra seus atos individualistas.

Exclusivista é o esperto, o malandro. É aquela pessoa que nasceu pra se dar bem. Tudo dela é melhor, mais importante, mais urgente, mais válido. Você? Serve apenas como objeto pras conquistas, suporte pros desejos ou plateia para os grandes feitos dele.

Exclusivista é geralmente aquele cara que te faz de bobo. Faz um elogiozinho aqui, oferece uma bobagem qualquer ali. E você até acredita que ele é bacana. Talvez até seja. Desde que vc não ultrapasse os limites de incomodá-lo, perturbá-lo, com seus próprios pleitos, né? Não pode é bater de frente. Não pode é contrariar.

O exclusivista, em sua visão deturpada da realidade, está sempre certo. É sempre dele a razão! Eventualmente pode até parecer ceder. Não se engane. Sempre haverá, ainda assim, algum interesse particular escondido.

O exclusivista é mutável. Se esconde e aparece quando é conveniente. Cala suas mancadas, dificuldades de vida e perrengues pra só voltar à cena na hora de escancarar suas façanhas ou conquistas perdulárias.

Exclusivistas são encontrados em toda parte: furando filas, tirando vantagem, pedindo favores, dando jeitinhos, qualquer lugar onde haja algum benefício, mordomia ou proveito egoísta.

Fui pesquisar. Uns dizem que o exclusivista tem problemas de inferioridade, baixa autoestima, distúrbios de caráter e personalidade.

Eu não vou deixar por menos: acho que é maldade mesmo! Não é do bem e nem faz bem. Mas conheço um antídoto pra essa pose toda. Quer matar de raiva o exclusivista? Brilhe! Gente exclusivista detesta admitir que existem outros seres humanos, que dirá que estejam bem de vida e felizes (sem ele)!

Por Kátia Galvão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s